Inspiração Literária

Eu gostaria de escrever um livro. Sobre o quê? A minha vida. Por quê? Para poder vivê-la de uma maneira mais consciente.
O tempo passa, a vida passa. Não quero chegar ao fim e perceber que perdi o meio. Quero estar no meio. E saber que estou, que sou, que amo, a vida, minha, como é. Porque é. Assim.
O se não existe, e não pode ser amado. Quero desfrutar a cem por cento a minha existência agora, e não amanhã.
A inspiração veio do livro “Non Fiction”, de Chuck Palahniuk. Um dos capítulos fala de potenciais escritores tentando vender a história de suas vidas a agentes. Uma espécie de loteria para ver se o próprio passado pode ser um bilhete premiado.
Mas Palahniuk comenta sobre o lado positivo de se escrever sobre a própria história concomitante com ela: possibilita dar-se conta do presente, e não somente do passado. E quem sabe assim não seja possível escrever o próprio futuro, ao invés de simplesmente esperar por ele, e seja como for?

One thought on “Inspiração Literária”

  1. Essa é a minha guria!!!! Escrever, narrar a própria história é uma revisitação ao passado para ir-se adiante. Como diz Walter Benjamin, o narrador amálgama à sua própria experiência o que viveu e o que ouviu contar de si e dos outros para poder lançar-se ao futuro e, assim, encontrar-se: o sentido de sua vida.
    Aliás, vale a pena ler García Marques: “Vivir, para contarla”.
    Continue refletindo e existindo, minha querida…
    Bjs

Comments are closed.